Ladrões invadiram a horta comunitária do Conjunto Ney Braga, em Maringá, e deixaram um prejuízo avaliado em mais de R$ 3 mil, segundo o presidente da horta, Nivaldo Aguida da Silva. As invasões foram registradas na sexta-feira, dia 12, sábado, dia 13 e domingo, dia 14.

Os criminosos roubaram fios do padrão de energia elétrica, o motor e peças de uma geladeira e também acessórios do sistema de irrigação. Além disso, os criminosos arrancaram vários pés de alface e deixaram as verduras no local. Segundo o presidente da horta, os idosos que cuidam dos canteiros estão chocados com o crime.

“Estou aqui há 12 anos cuidando dessa horta com tanto carinho sem nenhum salário e só pelo amor aos meus velhinhos que gostam disso aqui e aí essas pessoas vêm aqui e destroem tudo. É muito humilhante. Não consigo acreditar que fizeram isso. Não consigo nem falar dessa maldade que já começo a chorar”, disse Silva emocionado.

A horta está sem energia elétrica e sem água. Segundo o presidente, os idosos estão desesperados porque dependem do local para retirar o sustento. Alguns não têm nem aposentadoria.

“Temos idosos ali que tiram R$ 600 por mês para sustentar a família. É um lugar sagrado nossa horta. Tem uns que nem tem aposentadoria e dependem disso pra comprar alimento e remédio. Causa revolta”, contou Silva.

O caso foi registrado pela Polícia Civil, que está investigando o crime. O presidente da horta disse que pediu ajuda para a Prefeitura de Maringá no sistema de irrigação. Eles querem um caminhão pipa para irrigar as plantas e não perder toda a produção.

Fonte http://www.cbnmaringa.com.br/