De Luca Vasques, da revista Forum, sobre o deputado nascido em Londrina, candidato por Maringá e deputado federal mais votado do Paraná, sobre uma postagem feita por ele no dia de Natal:

O deputado bolsonarista Sargento Fahur usou o Twitter para destilar seu ódio e comemorar a morte de uma criança de 12 anos. O jovem foi morto em confronto com a Polícia Militar (PM), após tentar assaltar uma casa em Londrina, Paraná.

Com sua habitual visão rasa dos fatos, Fahur declarou: “Aconteceu em Londrina-PR. Bandido bom é bandido morto. Foi p/ o inferno antes de tirar a vida de uma pessoa de bem. Estava assaltando uma residência com arma de fogo. N gostou do meu comentário? Simples, deixa de me seguir e vai seguir a Maria do Rosário”.


Durante a tentativa de assalto, o jovem estava em companhia de um homem maior de idade, que foi preso. 

A idade do garoto foi confirmada pelo Instituto Médico Legal (IML), depois de identificação feita pela família, que chegou a registrar um boletim de ocorrência (BO), porque o menino estava desaparecido.