Uma nuvem de gafanhotos na Argentina deixou a fronteira com o Rio Grande do Sul em
alerta, já que a praga pode se deslocar e chegar em território brasileiro.

O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Alimentar da Argentina (Senasa) compartilhou
nesta terça-feira (23) um mapa com as regiões em perigo, e uma parte do Rio Grande do
Sul está inclusa.